Derivaldo é condenado há 25 anos e 04 meses prisão em regime fechado por homicídio qualificado

0 17

Pena máxima – foi essa a sentença que o homem acusado de matar há cerca de dez anos a esposa, a professora Gislene Veloso, que no período tinha 23 anos e deixando um bebe de colo.

DERIVALDO ALVES DE MORAIS FERREIRA LOPES foi condenado a 25 anos e 04 meses de reclusão em regime fechado na Penitenciária Irmão Guido Teresina.

Após a decisão e com o Mandato de Prisão, Derivaldo foi algemado e levado para Delegacia de Demerval Lobão, onde será recambiado para o presidio.

Em uma decisão considerada exemplar, vem coibir e tentar reduzir os crimes contra a mulher, como também qualificar o trabalho da justiça no papel de julgar responsavelmente baseado nos fatos os crimes desta natureza e outros.

VEJA AS COPIAS DA DECISÃO:

 

Deixe uma resposta