Amigos e vizinhos fazem protesto contra estupro e morte de Débora

2 21

Centena de pessoas, entre vizinhos, amigos e familiares, se reuniram na tarde por volta das 17 h deste domingo (17) no bairro Santa Inês, para uma manifestação contra a morte de Débora, de 05 anos, que foi morta estuprada e assinada próximo ao açude na tarde da última segunda-feira (11).

 

Mesmo com chuva, o grupo gritavam frases de justiça, e também usaram inúmeros cartazes com frases de protesto e de paz e uma enorme faixa dizendo “Uma Infância que Foi Brutamente Interrompida”.

 

Considerado o maior crime da história da cidade, as lágrimas de repúdios, raiva e revolta estavam expressas em cada rosto dos presentes.

 

A manifestação era apenas uma forma de pedirem, mais rapidez as autoridades no intuito da resolução do crime, já que até o momento não se tem informações sobre o autor ou autores desse bárbaro crime.

 

O protesto teve seu final em frente á delegacia, onde na ocasião foi feito um minuto de silêncio e uma oração.

 

A manifestação também foi realizada nesta data, devido que era a visita de sétimo dia.

 

Destaque:

Apenas a avó de Débora de encontrava na manifestação.

Deixe uma resposta