LOADING

Type to search

OPERAÇÃO POLICIA LEGAL

Geral

OPERAÇÃO POLICIA LEGAL

Yasllan Rodrigues 18 de abril de 2013
Share

Os policiais civis lutam por melhorias salariais. Enquanto durar a operação, os servidores irão apenas cumprir o que lhes é cabido, como por exemplo, só serão emitidos Boletins de Ocorrência e Flagrantes na presença de delegados, não haverá custódia e alimentação de presos, entre outras ações.

 

Segundo a cateria, a discrepância salarial entre delegados e agentes e escrivães, diferença que que chega a 370%. Outras queixas dizem respeito a questões de trabalho. Os coletes a prova de balas disponíveis estão prestes a vencer.

 

Além disso, policiais alegam risco elevado por usarem a mesma munição há cinco anos, além da falta de treinamento de tiro para maioria dos agentes.

 

A medida deve atingir as delegacias e setores que possam ter problemas de documentação de viaturas, falta de coletes a prova de balas, carência de munição para armas entre outros, se esses itens não forem concedidos, o policial civil poderá se recusar a participar de diligências e operações, por exemplo.

 

Segundo secretário do SINPOLPI o policial civil Valdir Bezerra, “essas mediadas não vão contra a sociedade, e sim, vem para melhor o trabalho da policia, dando mais estrutura, agilidade nas ocorrências e segurança a sociedade”.

 

Em mais uma medida da operação, medida essa que trás mais repercussão, a DP poderá até ser interditada, caso tenha apenas um policial de plantão, exemplo de D. Lobão e outros municípios.

 

A sociedade em si, já começa ver os efeitos da operação, diante de alguns serviços como o de BO. Onde são informadas a realizarem pela internet.

 

Diante dessa operação também, a Promotora de Justiça Drª Ana Isabel de Alencar Mota Dias, já solicitou e foi cumprindo a transferência de todos os detentos que se encontravam na DP da cidade.

 

E agora? como será, e como ficará?

Leave a Comment